Translate this Page

Rating: 2.7/5 (378 votos)


ONLINE
2



Partilhe esta Página

 

 


Entrevista Danilo Calegari
Entrevista Danilo Calegari

solamento Social

Cia. Calegari oferece aulas de teatro online

Adultos, adolescentes e crianças podem participar; mensalidade, durante a quarentena, tem 40% de desconto.

Danilo Calegari: “O teatro que acredito é o que faz de momentos ruins, melhores; que dá força pra lutar; que ameniza as dores”

Aulas de teatro online. A Cia. Calegari, de Barra Mansa, encontrou uma forma de minimizar os efeitos do isolamento social, causado pela pandemia do coronavírus (Covid-19). Os encontros virtuais ao vivo para adultos e adolescentes são todas as sextas-feiras, das 19h30 às 22h. Para a garotada, às segundas, das 19h30 às 21h.

Nessas aulas, segundo o diretor da companhia teatral, Danilo Calegari, são propostos exercícios, debates sobre o mercado de trabalho e sobre futuras montagens de espetáculos e filmagens de webséries e filmes. A mensalidade, durante a quarentena, tem 40% de desconto, ou seja, sai por R$ 60, com vencimento no dia 15 de cada mês. Os alunos que já estavam matriculados nos cursos presenciais estão automaticamente inscritos nas aulas online.

  • Somos uma Cia. de teatro que sempre procurou e procura a excelência em tudo o que faz. Hoje contamos em nosso elenco com quase 60 atores de todas os perfis e idades com ânsia e desejo de levar sua arte para o mundo. Nos últimos anos, no teatro, tenho me deparado com muita coisa nova e descoberto muitos caminhos, e sabemos que o teatro não acontece sem o tripé público, artista e texto.
  • Desde que comecei a dar aula, sempre ouvi muito, não só de alunos mas de parentes e amigos o quanto o teatro fez bem. O quanto o teatro curou, salvou, amadureceu, transformou. E esse sempre foi meu desejo na Cia.: Transformar. Me transformar, transformar o outro. Esse é teatro que acredito que não pode parar: o teatro que faz de momentos ruins, melhores; que dá força pra lutar; que ameniza as dores. Afinal de contas, o espetáculo não pode parar - diz.
  • A Cia. Calegari existe há cinco anos e trabalha com todas as manifestações artísticas. Danilo Calegari formou-se em teatro pela Estácio de Sá, começou sua carreira no extinto Grupo de Teatro UBM, com Ronaldo Danniel. Também estudou: UniverCidade (Teatro Bacharelado); Escola de Rádio (Técnico em Rádio); Shopping da Gávea (Comédia e suas Técnicas); CAL (Mergulho Teatral); Rampa Lugar de Criação (Labóratorio de TV e Cinema); Academia Vita de Atores (TV e Cinema). 

    Experiência de trabalho

    . Teatro: O Auto da Compadecida - Quatro Enterros - Assim é se lhe Parece - A Claudinha está lá Fora - A Vida é uma Comédia - O Santo e a Porca - As Feras - Me e Mr Jones - Bailei na Curva - O Sexo dos Anjos
    . TV Globo: Amor à Vida/2013 - Em Família/2014 - O Rebu/2014 - Boogie Oogie/2015 - Novo Mundo/2017 - Malhação/2016 - A Foça do Querer/2017 - Tempo de Amar/2018 - Malhação/2019 -Amor de Mãe/2020 - Éramos Seis/2020

  • Record TV: Pecado Mortal/2014 - O Dez Mandamentos/2015 - O Rico e o Lázaro/2017 - Apocalipse/2018 - Jesus/2018 - Topíssima/2019 - Amor sem Igual/2020
    . Band: Era Uma Vez Uma História/2017
    . SBT: Chiquititas/2014
    . Multishow: Tô de Graça/2017
    . GNT: Os Homens são de Marte e é prá lá que eu Vou/2016
    . Netflix: O Mecanismo/2018
    . Filme: Operações Especiais/2014
  •  Trabalhos como Diretor em Teatro: O Beijo No Asfalto/Nelson Rodrigues - Quando as Máquinas Param/Plínio Marcos - A Prostituta Respeitosa/Jean-Paul Sartre - O Casaco Encantado/Lúcia Benedetti - Um Conto Nos Contos/Marcela Santos e Danilo Calegari - A Bruxinha que era Boa/Maria Clara Machado - A Festa/Danilo Calegari - Mãe, Montei uma Banda/Bruna Souza - Heresia/Amanda Santa Isabel - Experimento Comédia/Danilo Calegari - A História de Muitos Amores/Domingos Oliveira - A Irmã/Elmo Ferrer - A Pequena Conselheira da Rainha/Paulo Sacaldassy - 20 e Poucos Anos/Elmo Ferrer - O Pescador, O Anel e O Rei/Montagem adaptada da Historia de Bia Bedran - O Casamento da Maria Feia/Rutinaldo Miranda Batista Júnior - Jubileu e Romieta/Tiago Couto Ansani - Nem Tudo está Azul no País Azul/Gabriela Rabello - Conta Outra/Danilo Calegari

    Confira a entrevista com Danilo Calegari 

  • Quais as principais adaptações foram feitas para as aulas de teatro online? A proposta é gerar conteúdo ao vivo, ou você vai disponibilizar material gravado, para que o aluno assista quando quiser?

    As adaptações são muitas, já que é uma novidade para todos nós, devido ao momento. As minhas aulas sempre foram muito físicas, então, tivemos que trazer a intensidade das aulas presenciais para as online. Além das aulas ao vivo, sempre tem uma videoaula gravada e postada na página da Cia. no YouTube para os alunos assistirem a qualquer momento.

    De que forma os alunos vão se sentir envolvidos pela magia do teatro, já que o contato presencial é um dos fatores primordiais para a arte acontecer?

    Verdade, o contato é essencial, a ideia desses encontros semanais é realmente para que possamos, mesmo com a distância, nos sentirmos mais próximos. Mesmo não tendo a fisicalidade, vamos continuar debatendo sobre o mercado de trabalho, propostas novas de montagens e leituras dramatizadas.

    Qual o conteúdo?

  • O conteúdo é mais teórico e voltado para debates e produções. Mas também teremos aulas de voz e dicção. E alguns exercícios de corpo.

    De que forma a quarentena afetou os seus projetos (quais), além de financeiramente? Você acredita que esses projetos poderão ser retomados ainda este ano?

    Afetou muito. A Cia. costuma fazer muitas apresentações durante o ano, e são elas que nos ajudam a manter o trabalho. Acredito muito que poderemos, sim, retomar este ano, porém em um formato diferente.

    E o seu processo criativo? Sofreu alguma mudança?

  • Por conta do isolamento social, acabei me conectando com outros autores e artistas, e vem me ajudando muito na criação de novos roteiros e ideias para novos trabalhos. Minha criação sempre foi muito a partir das respostas que recebia dos meus atores em aula, durante os exercícios. Com esse novo momento descobri essa nova maneira, a partir de conexões mais amplas com outros profissionais.

    Manter o público em geral com opções de arte (as lives gratuitas) é importante, sem dúvida. Mas os artistas precisam sobreviver. Não caberia ao poder público (às secretarias municipais de cultura) o papel de unir esses dois pontos essenciais? Ou seja, proporcionar arte, lazer e cultura ao público gratuitamente, ao mesmo tempo em que remunera nesse período os artistas, por meio de editais? Sou completamente contra que os artistas trabalhem gratuitamente online para as secretarias de cultura, com a desculpa de que “A Cultura não pode parar”.

  • Concordo completamente. Temos a seguinte frase que se encaixa muito nesse pergunta: “Não me peça de graça a única coisa que sei vender”. A Arte sempre foi desvalorizada e me incomoda demais as pessoas quando entram em contato perguntando das aulas e em seguida perguntam se tem custo. Claro que tem custo, ora bolas. Se eu vou em um salão de beleza, eu pergunto se tem custo para fazerem o serviço de corte no meu cabelo? Se vou em um médico ou advogado, eu pergunto se tem custo o atendimento? As pessoas continuam com esse pensamento estúpido sobre a arte ter que ser gratuita, tirando seu valor. Nesse momento, o poder público tinha, sim, que apoiar os artistas, principalmente os artistas locais, oportunizando-lhes maneiras de produzir conteúdos para a população. Imagine nessa quarentena todos em casa sem poder ouvir música, assistir novela, filmes, séries, espetáculos de dança e teatro pelas redes sociais? Todos iriam pirar. Valorizem mais a cultura.

    > Contatos profissionais: danilo_calegari@yahoo.com.br ou ciatcalegari@gmail.com
    Telefones: (21) 98846-5090 ou (24) 99204-0651. Instagram: @danilocalegari e @ciateatralcalegari
    Facebook: Cia Teatral Calegari