Translate this Page

Rating: 2.9/5 (215 votos)


ONLINE
1



Partilhe esta Página

 

 


Entrevista com a autora Atenéia Rocha Araújo
Entrevista com a autora Atenéia Rocha Araújo

 

Paraibana, em contos, para o mundo

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

Atenéia Rocha França de Araújo, brasileira, nascida e residente na cidade de Campina Grande, no Estado da Paraíba, sonha e escreve desde criança, tendo como principal inspiração a vida. Publica no site www.recantodasletras.com.br ,onde usa o pseudônimo de Maria Cândida Vieira, no www.spiritfanfiction.com.br, em que escreve como ateneia e no www.wattpad.com, onde assina como AteniaArajo. Já publicou em antologias de contos e poemas pela Darda editora e CBJE e também pode ser encontrada no www.facebook.com.br/ateneia.araujo. Administra a página O espaço da escritora.

“A princesa é um pouco eu mesma, querendo ser livre para decidir a própria vida e correr riscos.”

 

Boa leitura!

 

Escritora Atenéia Araújo, é um prazer contarmos com a sua participação na revista Divulga Escritor. Conte-nos, o que a motivou a gostar de contos?

Atenéia Araújo - Desde pequena, sempre me fascinei por histórias e queria escrever as minhas próprias. Com frequência, imaginava que era outra pessoa, vivendo aventuras incríveis. Na escola, ficava fascinada pelos livros e histórias e também desenvolvi o gosto pela leitura com os livros de minha avó.

 

O que a inspirou a escrever “A princesa e o dragão prateado”?

Atenéia Araújo - Eu me inspirei em um momento difícil da minha vida, em que pessoas queriam me dizer o que fazer da minha vida. A princesa é um pouco eu mesma, querendo ser livre para decidir a própria vida e correr riscos. Também me inspirei em História meio ao contrário, de Ana Maria Machado, no qual o dragão é um ser benevolente.

 

Apresente-nos a obra

Atenéia Araújo - A história principal, que dá título à obra,  é sobre um dragão prateado que quer conhecer o mundo dos humanos, apesar dos outros dragões o advertirem de que será perigoso e sobre uma princesa que quer escapar de casar com um príncipe desagradável. Ela é muito inteligente e quer escapar da mesmice de ter sua vida decidida pelas circunstâncias. Ela tenta escapar, encontra o dragão e ambos começam uma amizade. A partir daí,  surpresas ocorrem. Também há outras histórias, em que extraterrestes vêm à terra e encontram uma coruja, uma libélula bailarina e uma menina que enfrenta a tristeza de perder seu cachorro de estimação.

 

Quais os principais desafios para escrita da obra?

Atenéia Araújo - Basicamente, não houve problemas para escrever. A história fluiu livremente.

 

Além de “A princesa e o dragão prateado” você tem outros livros publicados, apresente-nos.

 

Destino Implacável – História sobre um homem que está entrando em um processo de autodestruição, pois não viu nada dar certo em sua vida. Ao mesmo tempo em que o homem se questiona se deve continuar lutando, estranhos desaparecimentos ocorrem na cidade e ele tem presságios com aranhas e o irmão morto.

 

Emoções Desenfreadas – Livro de poesias, em inglês e português.

 

Histórias Inacreditáveis do além-túmulo – Livro de contos de terror, foi meu primeiro livro publicado. Há a história de uma moça que é estuprada e morta, voltando para se vingar, a história de uma menina que sofre bullying, de uma moça cega e de seu cão, de um homem que tem muitos pecados e depara com uma criatura sobrenatural, de duas meninas que se mudam para perto de uma casa que só tem girassóis no jardim e de um casal que se muda para uma velha casa e a mulher jura que há uma menina vivendo com eles.

 

Onde podemos comprar os seus livro?

Atenéia Araújo - Destino Implacável e A princesa e o dragão prateado podem ser comprados acessando o site www.garciaedizioni.com.br e Emoções desenfreadas o site www.corposeditora.com. Histórias Inacreditáveis do além-túmulo foi publicado pela CBJE, editora por demanda e talvez eu tenha que publicar por outra editora.

 

O que a escrita representa para você? Conte-nos, como vem se desenvolvendo a escrita em sua carreira  literária?

Atenéia Araújo - A escrita para mim é tudo. Ela se desenvolveu muito cedo na minha vida e tem me acompanhado principalmente nos momentos mais difíceis. Ajuda-me nas horas de depressão, mantem-me motivada e me ajuda a ter um foco. Eu comecei a me inspirar em autores como Edgar Allan Poe, Clarice Lispector, Manoel Bandeira, Cecília Meirelles e Stephen King. E até hoje leio muito para saber como desenvolver minha escrita. Sei que nunca serei completa como escritora.

 

Quais os seus próximos projetos literários?

Atenéia Araújo - No momento, quero divulgar os que já tenho publicados para depois, quem sabe, publicar novamente Histórias inacreditáveis do além-túmulo e outros. Tenho muitas obras na gaveta.

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor a escritora Atenéia Araújo. Agradecemos sua participação na Revista Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Atenéia Araújo - A de que é e sempre será altamente motivador saber que minha escrita pode representar um alento para alguém.

 

 

Divulga Escritor, unindo você ao mundo através da Literatura

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Contato: divulga@divulgaescritor.com