Translate this Page

Rating: 2.7/5 (365 votos)


ONLINE
2



Partilhe esta Página

 

 


Anecy Oncken - Uma Forma Lúdica de Ensinar
Anecy Oncken - Uma Forma Lúdica de Ensinar

https://www.olhovivoca.com.br/entrevistas/9528/anecy-oncken-uma-forma-ludica-de-ensinar/ 

 Poeta e professora fala das suas inspirações para escrever livros infantis, dos projetos para o segundo semestre de 2021 e da sua participação no Miss Sênior internacional

“Participei de feiras de livros, de bienais, porém é muito triste ver que os escritores anônimos não são valorizados, infelizmente”

Nossa entrevistada é a poeta e professora Anecy Oncken. Ela nasceu em Londrina no dia 20 de outubro de 1952.  Em 2006 conclui o Normal Superior, na Faculdade de Paranaguá - Fafipar. Em 2008 completou pós-graduação em Tecnologias Aplicadas à Educação, na Faculdade Bagozzi, de Curitiba. Em 2016 voltou para Umuarama, para ficar perto de seus filhos e netos. Anecy é escritora de cinco livros de apoio pedagógico, que são “Tabuada Rimada dos Bichinhos”, “O Alfabeto Dorminhoco”, “A Borboleta Azul - Relatos de uma Professora Rural”, “Bêia - A Abelhinha sem Ferrão”. Todos editados. Atualmente participa de eventos da terceira idade, como palestrante e referência à mulher de mais de 60 anos, de desfiles de moda, de jurada de concursos de beleza.

Confira a entrevista com Anecy Oncken

> Anecy, você é escritora de livros infantis. Como iniciou seu caminho literário?

A inspiração nasceu junto com meus alunos, quando eu dava aulas em escolas rurais, na cidade de Morretes (PR). Era uma forma lúdica de ensiná-los.

> Quantos livros publicou e qual foi o mais elogiado?

Publiquei sete livros e o mais elogiado foi “Tabuada Rimada dos Bichinhos”, pois ajuda muito no ensinar e aprender a tabuada.

> Fale de seu novo livro. Como foi esse trabalho de publicar um livro em língua espanhola?

Eu tenho um livro a ser editado - “Era uma Vez... As Vogais” - em português, porém como sou Miss Sênior e vou participar de mais um concurso, internacional, representando o Brasil, como toda miss precisa fazer uma ação social, então não relutei em traduzi-lo para o espanhol e distribuir nas escolas daquele país, sem fins lucrativos. Assim nasceu “Era uma Vez... Las Vocales”. Um livro de apoio pedagógico, com leitura em braille e trata-se, também, de bulling.

> Fale um pouco de sua participação em feiras de livros. É divertido ou é estressante?

Participei de feiras de livros, de bienais, porém é muito triste ver que os escritores anônimos não são valorizados, infelizmente.

> Anecy, como você enxerga o mercado de livros infantis? As editoras estão investindo em novos projetos ou com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) os novos projetos foram prejudicados?

Com a pandemia tudo foi prejudicado, porém os projetos foram muito prejudicados, sem contar que os preços ficaram bem altos. Fazer um livro com imagem e leitura em braille encareceram demais.

> Como inicia um novo livro? Que elementos servem de inspiração? Nomes, imagens, perfumes, lembranças?

A inspiração acontece através dos alunos e da imensa vontade de ser útil ao próximo, principalmente as crianças, professores e os portadores de deficiências.

> Fale dos projetos para o segundo semestre 2021.

O livro “O Alfabeto dos Alunos” - em que cada letra do alfabeto é feita com uma trovinha, onde algumas delas, com o nome do aluno e terá o alfabeto em libras. Esse livro será editado nos idiomas português e espanhol. Os outros livros pretendo fazer uma reedição.